12 raças de cachorros que já se extinguiram. A número 8 comia humanos!

Quando dizemos que o raças de cachorros cão é o melhor amigo do homem, temos toda a razão, pois poucas vezes é possível encontrar um amor tão leal quanto dos nossos mascotes. Porém, a realidade é muito diferente, já que os seres humanos, com seu escasso apreço e pouca consideração, provocaram a extinção de várias raças que existiam pouco tempo atrás.

Os enfrentamentos entre as raças, além das mudanças no clima e os numerosos cruzamentos para originar novas raças fez com que muitos espécimes ficassem só na lembrança. Assim, para refrescar a memória, vamos recordar aqui quais raças desapareceram devido ao ser humano. Já adiantamos que o artigo vale a pena, porque algumas eram super curiosas.

12. RETRIEVER RUSSO

Ainda não se sabe com exatidão quando essa raça deixou de existir, mas acredita-se que foi no final do século XIX. Foi utilizado durante centenas de anos para proteger os rebanhos das populações indo-arianas nas montanhas do Cáucaso, local de ventos fortes e nevascas intensas.

Podia chegar a medir 76,2 cm de altura e pesar até 45 kg. Ele era rápido e flexível a ponto de enfrentar lobos e outros predadores que ameaçavam as ovelhas de seus rebanhos.

raça de cachorro

 

11. COTON DE REUNION

Ainda que não se conheça muito sobre essa raça, que está atualmente extinta, sabe-se que ela tem descendentes modernos desenvolvidos posteriormente em Madagascar, com o raças de cachorros cruzamento, principalmente, com malteses. A nova raça tomou o nome da cidade de Toliara, em Madagascar.

Foi adotada pela nobreza francesa que vivia nas ilhas do Oceano Índico durante o período colonial. A FCI a reconheceu em 1970. Sua população atual, ainda que bastante reduzida, continua estável.

cachorro bege

10. PAISLEY TERRIER

É uma raça extinta de cão do tipo terrirer da Grã Bretanha. raças de cachorros O Paisley Terrier foi criado principalmente para ser animal de estimação e é o progenitor do atual Yorkshire Terrier.

A raça foi chamada de Paisley Terrier porque a maioria dos cães vieram do condado de Paisley e também foi conhecido como Clydesdale Terrier, por ser proveniente do Vale de Clyde, onde foram criados estes cães.

Tinha uma grande camada de pelo sedoso com “franjas” nas orelhas e foi apelidado de “sedoso”. Era um “excelente cachorro doméstico e o mais conveniente para uma senhora que queria algo mais interessante que um brinquedo” raças de cachorros.

raças de cachorro

Fonte: matacuriosidade.com.br

Compartilhe